5 estratégias para conquistar clientes de recursos pedagógicos

empreendedorismo pedagógico
Todo mundo só se interessa pelo seu material gratuito e você já tem aí vários recursos, desenvolve seu trabalho de uma maneira séria e quer começar a monetizar a sua produção de recursos didáticos?
Então eu preparei 5 estratégias para você aplicar e poder vender os seus recursos didáticos.
O tema de hoje acabou surgindo durante uma conversa com uma das minhas seguidores, onde ela estava compartilhando uma situação de quando ela começou a trabalhar com recursos, mostrar o material dela, e começou a receber mensagem do tipo “manda para meu e-mail” ou quando ela colocava o valor e falavam “achei que era de graça”. Eu acredito que não seja um caso isolado, isso acontece com muitas pessoas e aconteceu comigo também (hoje ainda acontece, porém com menos frequência).

E essa é uma das maiores barreiras que a gente enfrenta quando decide trabalhar com a produção de recursos didáticos. Isso vem desde a ideia de que o trabalho do professor é um trabalho de caridade, por amor… mas amor não paga boleto, não é mesmo? A gente tem formação, tem conhecimento e a gente merece ter um retorno financeiro pelo trabalho e é algo que não acontece muitas vezes.

Mas, a gente pode dar alguns passos diários para enfrentar isso e mudar essa situação.

Eu acredito muito nisso e é por isso que eu quero compartilhar essas estratégias, porque para chegar até aqui hoje, trabalhando com a produção de recursos didáticos, tendo uma empresa que desenvolve esses materiais, tendo pessoas que colaboram junto comigo, foi uma trajetória. A gente enfrentou muitos desafios para chegar até aqui e ainda temos dificuldade, mas essas estratégias foram fundamentais para que a gente pudesse encontrar um caminho diferente e trilhar esse caminho para chegar até aqui. Vamos lá?

1- Apresente-se! Contar a sua história e motivo pelo qual iniciou e continua fazendo esse trabalho gera conexão.

A primeira estratégia que eu apliquei aqui e ajudou a conquistar os primeiros clientes foi começar a apresentar minha história, meu trabalho, contar quem eu era, quem eu sou, porque estou aqui, porque faço isso. Trazer isso para as pessoas é importante para que elas comecem a perceber que você é uma pessoa, que é um profissional que está por trás daquela tela e tem uma história. Você vai conseguir encontrar pessoas alinhadas com isso e que vão te enxergar como um profissional de fato. 

2- Não ignore as mensagens! Use isso como uma oportunidade para apresentar seu trabalho.

A segunda estratégia também é fundamental. Sempre vai chegar pessoas novas que não conhecem a sua história e não conhecem você e seu trabalho e vai chegar mensagens pedindo para mandar o jogo por e-mail (achando que é gratuito) e a partir de agora você não pode mais ignorar. Responda e se apresenta, fala que você trabalha com recursos didáticos e os benefícios do material que você desenvolveu. Depois fala o valor e oferece seus recursos. Com isso, podem acontecer três situações: a pessoa pode te ignorar, ou pode dizer que achou que era de graça e não querer comprar e a terceira situação é ela gostar, achar interessante e querer conhecer seu trabalho.

3- Compartilhar os processos, os bastidores ajuda a gerar valor.

A terceira estratégia está relacionada com uma coisa que vai te ajudar a comercializar esse recurso, que é a ideia de gerar valor. Nesse momento, tendo em vista que a pessoa já sabe um pouco da sua história e já sabe que você trabalha com recursos, agora precisamos fazer com que ela perceba que há valor ali. E nada melhor do que você compartilhar os seus processos, mostrar pequenas etapas do seu trabalho e que ele passa por vários processos até chegar na etapa final e que há uma pessoa ali por trás cuidando de tudo e não uma máquina. Isso gera valor para seu trabalho!

4- Você se sente segura com a sua forma de precificação?

A quarta estratégia também é muito importante! Esteja segura para passar o preço do seu produto e para você está segura, a primeira coisa que você precisa ter consciência é de que a sua precificação está correta. Primeiro pq você está subestimando a pessoa que vai pagar pelo seu trabalho e segundo pq você está correndo grande risco de errar na precificação, pagando para trabalhar sem ter retorno e ainda ter prejuízo nesse processo. Você também precisa saber sobre os benefícios do seu recurso, para estar mais segura na hora de passar essas informações para o cliente e passar o valor do seu trabalho.

5- Não esqueça da sua missão para não perder o brilho nos olhos

A última e mais importante de todas! Não se esqueça do valor do seu trabalho, da sua missão, o porquê você está ali, porque você está desenvolvendo os seus recursos.. Ter essa consciência do impacto que isso traz que vai te ajudar a estar com brilho nos olhos para apresentar seu trabalho e seus recursos, e encantar essas pessoas também. Não adianta aplicar nenhuma das outras coisas se você ainda não acredita no potencial do seu trabalho e na transformação que é capaz de fazer. Mantenha isso dentro de você, para que você fale sobre seu trabalho, fale sobre os seus materiais com brilho nos olhos.

Espero que você consiga a partir dessas 5 estratégias compartilhar o seu trabalho, conquistar novos clientes, trazer pessoas que vão ser apoiadoras do seu trabalho.

Foi aplicando estas estratégias que eu faturei mais de 3 mil reias em UMA ÚNICA VENDA, conto mais neste artigo.

Se você conhece uma educadora que já pensa ou já trabalha com produção de recursos, compartilha esse conteúdo com ela que eu tenho certeza que vai contribuir com o trabalho dela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recursos e Atividades Pedagógicas.

Prontos para baixar, imprimir e jogar!

Fale com a gente!
1
Olá! Como posso te ajudar?